quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Para ler ao som de déjá vu, de Rita Ribeiro.

Uma prece. É uma prece mesmo. Porque se fosse uma canção romântica ela não falaria assim, observe a voz, o tom. Tanto lirismo embotado... mas é bonito. Se fosse noturna. Mas não, certamente não. É uma canção da manhã. Vai, diz se não te lembra o sol? Raios de sol reluzindo na pele das pessoas que caminham sob ele, nas ruas lotadas de pessoas correndo com suas contas e compromissos. Sei. Você não faz idéia do que estou falando! Não importa. Nunca importa. E se nunca foi importante, por que é que logo agora haveria de importar? É uma árvore de outono, que não tem folhas a se balançar no vento. Não, não. Não foi o que eu disse. É uma árvore DE outono, e não NO outono. É sempre assim mesmo. Isto não muda com as estações.



sábado, 25 de setembro de 2010

[quando+me+perco.jpg] 

Preciso dos devaneios ocultos das almas que cercam os dias. Preciso de um pouco mais de mim. Quando me perco, é olhando no espelho que percebo no fundo dos olhos, alto, na ponta fina do fio de luz que transpassa a retina, que já não estou. E me ponho a me procurar. Mas é preciso não esperar. É preciso distrair-se para se encontrar.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Pulsa. Expressa o sopro. Procura. Sente. Desmente. Busca. Tensiona e relaxa. Chora. Goza. Impede, implora a fome. Tende. Independe. Suspende. Acorda. Os sentidos e afetos. Transbordam.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

leveza em gotas. o afeto de literalizar. do lirismo de ti. pouca coisa explica mais...

domingo, 5 de setembro de 2010

Tenho os pedidos do mundo soltos no coração. E eles se prendem, quando tentam alcançar um certo eixo de guia. Mira. E vai. Mira longe ou perto demais, mas mira por algo de onde busca, de onde alcança, de onde a passada ora breve, ora ansiosa, tende a se inclinar mais adiante. Mais a frente. A frente de nada, de uma ilusão. Corre com pressa, antecipa. Se perde. Mas na incompreensão do próprio nome, se deita e deleita de não saber quem é, e ir se refazendo em cada esquina.
 

Copyright 2010 arts... pretensos istas.

Theme by WordpressCenter.com.
Blogger Template by Beta Templates.